15/06/2021 - Autor: Equipe Porankatu



Comida afetiva: O poder da memória através da gastronomia

Compartilhe

Se você é aquele tipo de pessoa que come alguma coisinha e logo associa o bocado com alguma parte da sua infância, você já compreendeu o que é “comida afetiva” e como ela se baseia em algumas memórias de alguma parte da nossa vida. Seja naquele bolo de chocolate cheio de cobertura da “casa de vó”, ou naquela verdura esquisita que sua mãe o obrigou a comer. Se você está entendendo o que eu quero dizer, esse artigo foi escrito pensando especialmente em você, e em como reviver essas memórias que há tanto tempo estavam guardadas dentro do seu peito. Quer compreender um pouco mais sobre o poder da memória afetiva na gastronomia? Então, fique com a gente.

O que é comida afetiva para a gastronomia

Comida afetiva é o ato de degustar qualquer alimento que seja capaz de despertar um gatilho na memória de algum evento da vida, que pode dizer respeito a um momento de prazer, ou desprazer, e que desperta os mais diversos sentimentos.

É importante ressaltar que a comida afetiva não diz respeito a uma nova tendência culinária, ou algo afim. Mas tão somente às fortes marcas da nossa memória.

O conceito de comida afetiva também se manifesta em lembranças de um tempo, por exemplo, que te marcou de forma significativa.

lambendo colher suja da receita, comida afetiva
Quem nunca lambeu uma colher suja ao terminar a receita, precisa experimentar essa experiência.

Como a nostalgia pode ajudar nos seus negócios

Todo mundo já passou por um momento que queria que fosse eterno, não é mesmo? Geralmente esses momentos são marcados por um grande prazer, e por isso ficam guardados na nossa mente, de forma a se manifestar quando oportuno.

A comida afetiva em si não tem como se tornar uma tendência aos negócios, pois ela simplesmente significa “o gosto da lembrança”. Mas para um bom empresário, essa pode sim ser uma grande oportunidade de negócios.

Alguns estudos indicam que a maioria das comidas afetivas são menos requintadas, como um bolo simples e um café, bolinhos de chuva, um pudim, ou balas de coco…enfim, a lista pode incluir doces e salgados, de acordo com o gosto e a experiência gastronômica-afetiva de cada pessoa.

Muita dessa similaridade demonstrada no estudo é explicada pela época em que nossos pais ou avós viveram. Época em que não havia muitas opções de comida congelada ou de variedade em supermercados. Em cidades do interior, menos ainda.

A nostalgia ao comer determinada comida deliciosa tem se tornado o foco das cozinheiras empreendedoras de hoje em dia, que pretendem marcar e trazer à tona algumas lembranças positivas das pessoas com o prato com que se deliciam.

pratos que remetem a memória afetiva
Certos pratos e sabores tem o poder de nós levar a outros tempos e isso não tem preço.

A comida afetiva, também conhecida por “comfort food”, começou a surgir em 2000 nos grandes centros do mundo, como uma tentativa de oposição às comidas mecanizadas e aos “fast foods”.

O maior objetivo desse movimento é conseguir despertar nas pessoas prazer por comer, fazendo isso através da nostalgia e da memória afetiva.

Atualmente existem restaurantes que vendem “comfort food”?

Por mais estranho que pareça, a resposta é sim. Embora as comidas afetivas não sejam uma tendência, elas têm despertado os olhares de quem já pretendia partir para uma alimentação mais saudável.

Com isso, a “culinária afetiva” tem tomado conta da nossa realidade e serve os mais variados pratos, que costumam ter em comum a simplicidade e o amor na hora de serem produzidos.

A comida afetiva se divide em algumas categorias, que podem te ajudar ainda mais na compreensão do que significam e como se manifestam:

  • Comidas Nostálgicas – aquelas ligadas à infância, como biscoitos amanteigados, jujubas, delícias da vovó etc.
  • Comidas de Conveniência – comidas prontas e/ou congeladas, que facilitam o dia-a-dia corrido;
  • Comidas de Indulgência – aquelas priorizadas sem levar em conta os aspectos nutricionais. Foca-se no prazer da degustação;
  • Comidas de conforto físico – refere-se à alimentação saudável, caseira, capaz de despertar bem-estar físico.

Esses são os principais, e cada categoria remete a um tipo de recordação e de sentimento.

Receitinhas para realçar o poder da sua memória afetiva

É óbvio que ao falarmos de comida afetiva estamos colocando em pauta uma comida que foi diferente para você e que deixou marcas significativas. Por isso, a dica é: procure sempre pela receita que fará com que se lembre de suas melhores épocas, com aquele gostinho incrível de infância e de alegrias. Se você não consegue se recordar com clareza, deixaremos algumas receitinhas aqui. Quem sabe você não aproveita alguma delas?

  • Sopa de Legumes: Descasque os legumes de sua preferência e refogue-os com alho e cebola. Em seguida, adicione água fervendo e misture bem, temperando com sal a gosto e demais temperos de sua preferência. Após 40 minutos de fervura, desligue a panela e sirva a sopa. Se você preferir um caldo, bata os ingredientes no liquidificador.
sopa de legumes, comida afetiva
Sopa de legumes
  • Bolinho de Chuva: em uma tigela, misture ½ xícara de leite, 1 ovo, ½ xícara de açúcar, 1 xícara e meia de farinha e 1 colher pequena de fermento em pó. Misture tudo, até ficar homogêneo. Em seguida, utilize uma colher de sopa para formar os bolinhos e jogá-los diretamente na panela para fritar em bastante óleo quente aquecido a 180º.
comida afetiva, bolinho de chuva
Bolinho de chuva
  • Mingau de Aveia: leve para fervura 1 xícara e meia de leite em uma panela. Ao começar a ferver, adicione ao leite uma mistura contendo 1 ⁄ 2 xícara de leite, 3 colheres de açúcar e 5 colheres de aveia. Mexa até desgrudar da panela, mantendo sempre o fogo baixo. Ao desgrudar da panela, o mingau estará pronto para consumo. Se você quiser, salpique canela por cima. 
comida afetiva, mingau de aveia
Mingau de aveia
  • Mingau de chocolate: em uma panela, adicione 4 colheres de achocolatado, 2 colheres de amido de milho ou maisena e 2 colheres rasas de açúcar. Mexa bem. Após misturar esses ingredientes, adicione 600 ml de leite e misture até dissolver totalmente, sem restar nenhuma pelotinha. Leve a mistura ao fogo médio e mexa sem parar. Espere engrossar e ficar cremoso. Logo estará pronto para servir.
comida afetiva, mingau de chocolate
Mingau de amido de milho sabor chocolate

Agora vai ficar fácil resgatar aquelas lembranças gostosas de infância, não é mesmo?

 O poder da memória afetiva é muito importante no que diz respeito a manter uma alimentação de qualidade e uma rotina saudável.

E aí, gostou do nosso artigo sobre Gastronomia: O poder da memória afetiva? Compartilhe com os seus amigos e descubra se eles já passaram por alguma experiência positiva ao comerem uma comida que despertou uma grande lembrança da infância. Você tem alguma sugestão de receitinhas para a gente? Escreva nos comentários e compartilhe para que mais pessoas possam usar sua receita também!

SEGMENTOS

SELOS

ETIQUETAS

Leia também

SEGMENTOS
SELOS
ETIQUETAS
SEGMENTOS
SELOS
ETIQUETAS

2024 - Todos os direitos reservados