30/07/2021 - Autor: Flávio Trevezani



SABORES DA TERRA: A FEIRA QUE UNE O CAMPO E A CIDADE

Compartilhe

Iniciada nesta quinta-feira (29/07) a Sabores da Terra, feira tradicional capixaba do agronegócio que ocorre periodicamente todo ano. Como esperado, esse ano, ela está ali, na Praça do Papa, na Enseada do Suá, em Vitória, firme, forte e na ativa.

Para quem conhece e ama uma feira como a gente aqui da Porankatu, já sabe o que esperar da 14ª edição da Sabores da Terra. Mas se você por acaso não sabe do que estamos falando, calma e bora lá. A Sabores da Terra é uma feira que reúne empresários e produtores do agronegócio capixaba em um só local, durante alguns dias. Essa edição terá a duração de quatro dias, na qual já começou nesta quinta-feira, dia 29 de julho, às 16h, e vai até domingo, dia 01 de setembro. Nesta sexta, funciona das 16h às 22h. No sábado, a duração é maior e vai das 10h da manhã até as 22h. No domingo, vai das 10h da manhã até às 18h. Como a própria organização já fala, a Sabores da Terra é um intercâmbio entre o campo e a cidade. Nela, empresas e representantes do agronegócio familiar trazem para a capital do estado seus produtos para apresentação ao público, conhecimento de sua variedade de oferta ou novos produtos, realização de vendas e descoberta da marca, para aqueles que não as conhecem.

Entrada Sabores da terra
Entrada da Feira Sabores da Terra 2021, na Praça do Papa, bairro Praia do Suá, Vitória – ES

O que esperar da feira esse ano?

A feira tem a finalidade de levar ao conhecimento do público, marcas e produtos estaduais de todos que vão desde novos empreendedores a tradicionais marcas e produtos do agronegócio do Espírito Santo. De alimentos e bebidas, artesanato, móveis rústicos a um setor muito encantador de plantas e jardinagem, tudo está ali para venda e você pode economizar muito pneu e combustível, ou frete nestes nossos tempos de vendas online, comprando tudo ali na hora.

O consumo de produtos regionais fortalece a economia local, desde municipal, de onde os negócios residem ao estadual. Consumir de pequenos e médios empreendedores e produtores, é fortalecer a economia e fazer girar dinheiro na sua região. Acreditem, o efeito cascata de benefícios à economia local retorna para você, sem sombra de dúvidas.

Nesta Edição da Sabores da Terra

Alguns detalhes são importantes para se frisar. Nesta edição das Sabores da Terra, não está ocorrendo a popular degustação de produtos. Se você que já conhece, está pensando em ir beliscar os deliciosos biscoitos, queijos, embutidos, chocolates ou demais delícias que existem ali, não vai rolar dessa vez. A não liberação de degustação é para segurança e saúde de todos os que estão circulando e organizando a feira.

E se você foi sagaz de pensar que se não cabe degustação, também não cabe setor gastronômico com fast foods e barracas, pois é! Você acertou. Há sim alguns stands com venda de produtos possíveis de se consumir ali no local, mas, não há uma área do evento organizada para consumo de comidas e bebidas. Mas se você é do time do “pra sair, preciso comer”, tem sim uns consideráveis street foods (barracas de comida de rua) na entrada do evento, além de que muitos dos produtos ofertados na feira são comida e você vai poder comer feliz da vida, andando e olhando os stands, saindo e comendo na parte externa (que cabe lembrar, fica bem pertinha do mar, com a belíssima vista para o convento da pena. 

Interior da Sabores da Terra
Os stands estão padronizados e a feira segue um fluxo único (entrada de um lado e saída do outro).

O que você pode encontrar na Sabores da Terra 2021

Nós já cantamos a pedra, vai de comidas e bebidas até móveis rústicos (que queríamos trazer todos para casa). Mas de forma mais abrangente, você poderá encontrar:

Alimentício
  • Pães e biscoitos;
  • Chocolates;
  • Queijos;
  • Geleias e conservas;
  • Carnes;
  • Embutidos e defumados;
  • Cafés;
  • Produtos típicos do agronegócio (mel, não perecíveis…)
  • Entre outros.
Bebidas
  • Vinhos;
  • Licores;
  • Cachaças;
  • Cervejas artesanais.
Artesanato
  • Decoração;
  • Tapetes, capa de almofada e panos de prato;
  • Bijuteria e acessórios (cachecóis, lenços…)
  • Móveis rústicos;
  • Entre outros.
Stand de Artesanato na Sabores da Terra
Bastante diversidade e artesanatos charmosos para ver e adquirir.

Destaque na nossa porankatuquesca opinião sobre a Sabores da Terra

A sessão das plantas desta Sabores da Terra está um charme por si só e nela você pode encontrar ricas opções de cactos e suculentas, assim como belíssimas rosas do deserto. Você também irá encontrar as tradicionais plantas pendentes como a dinheiro em penca (), peperômia e Rhipsalis, por exemplo. Claro que não poderia faltar as orquídeas, que já decoram o ambiente sozinhas sem esforço algum. Existem outras folhosas, mudas de arboríferas e frutíferas também, mas o destaque está para as suculentas, cactos, rosas do deserto e orquídeas.

Detalhe importante, lembre-se de ir logo, não garantimos essa abundância por muito tempo, afinal, o propósito da feira é realizar vendas. Mas se só pode nos finais de semana, respira, que geralmente, os produtores sempre tem um estoque considerável para reposição, mas melhor não contar com a sorte.

A feira conta com o estacionamento gratuito da praça do Papa, mas em eventos assim, normal você não achar vaga se chegar um pouquinho mais tarde. Para saber mais detalhes, dê uma olhada na página da feira no facebook, clicando aqui.

Setor das Plantas e Flores na feira Sabores da Terra, Vitória - ES
O setor das Plantas e Flores está bem charmoso e vale a pena a “olhada”

Pandemia e Economia

Por mais que queiramos evitar falar de coisas tensas e focar em entregar para vocês somente coisas boas, alegres e divertidas, as coisas tensas insistem em acontecer e precisam ser faladas. A Pandemia infelizmente levou diversos negócios à falência e colocou diversas famílias em situações graves e sérias. A economia familiar é um exemplo de setor que quando afetado, tem consequências graves para o núcleo familiar. 

Negócios familiares, geralmente envolvem toda a família e quando afetado economicamente, tende a desestruturar todo um núcleo familiar ou até mesmo, núcleos próximos, que se veem na necessidade de amparar irmãos, filhos, pais ou amigos.

Conhecer, consumir e divulgar negócios regionais, artesanais e pequenos, ajuda a manter e desenvolver essas empresas, que além de gerar sustento familiar, geram empregos e renda local.

Vale a pena lembrar que apesar da vacinação, a pandemia não acabou e ainda existe um grande número de pessoas não imunizadas. A variante indiana é um problema grave a se considerar e precisamos tomar todas as precauções. Leve álcool em gel na sua bolsa ou mochila, use máscaras e evite ficar “cheirando” o cangote do visitante à frente. Não deixe de visitar e consumir os produtos do agronegócio capixaba, mas tenha cautela e cuidado. Bom passeio, boas compras e bora sentir gostinho da roça sem sair da cidade.

SEGMENTOS

SELOS

ETIQUETAS

2024 - Todos os direitos reservados