27/03/2021 - Autor: Flávio Trevezani



Viagem Brasil Musical: Canções inspiradas na cultura, belezas regionais e características marcantes de cada capital do país.

Compartilhe

Você já se perguntou em algum momento “Qual música fala da minha cidade?” Pois é, nem todas as cidades do mundo têm a sorte de ter uma canção em sua homenagem. Mas para nosso deleite, as capitais do país inspiraram diversos cantores a compor lindas letras falando de suas belezas, costumes e encantos. Algumas são bem populares, basta alguém começar a cantarolar que logo, a maioria, senão todos, estarão cantando em coro, como “Aquele abraço” do maravilhoso Gilberto Gil. 

Mas para escrever esse artigo e preparar essa viagem através da música, foi realizada uma longa pesquisa buscando aquelas que nos levam através de suas letras a desbravar na imaginação, ou pelo menos despertar a curiosidade em conhecer pessoalmente, cada canto citado. Ir desde o cruzamento da Ipiranga com a Avenida São João, citada em “Sampa” de Caetano Veloso, passar uma tarde em Itapuã, graças a Vinícius e Toquinho, até simplesmente surfar no lago Paranoá, embalados pelo Natiruts. Montamos uma trilha especial com músicas que citam lugares ou o jeitinho brasileiro dos cinco cantos do país. Você pode ouvir essas músicas nas playlists feitas especialmente para essa viagem, tanto no Youtube quanto no Spotify, conforme links no final da matéria. E já que falamos das playlists, bom avisar que a playlist do Youtube tem algumas canções extras que não foram encontradas no Spotify. Então, aumente o som, ajuste os fones e bora lá conhecer o Brasil através da sua música de Norte a Sul do país!

Capitais do Sudeste do Brasil

Sudeste

Nossa viagem não podia começar em outro lugar, senão em Vitória no Espírito Santo, terra natal da Porankatu. Partiremos daqui com canções mais que especiais. Se você é capixaba e já falou “não tem música conhecida ou popular que fale de Vitória”, acabou a desculpa. Toma aí duas opções fantásticas: “Hoje é dia de rede no Mar”, do Carioxaba Tunico da Vila, filho de Martinho da Vila. Esse Sambista fantástico é casado com uma nativa da Ilha do Mel e morador da capital espírito santense, que foi presenteada em grande estilo com esse samba contagiante. Outra que tem que virar hino na boca do capixaba é “Vitória” de Luíza Boé, uma capixaba em terras cariocas que homenageia sua cidade natal com essa belíssima canção.

Para fechar com chave de ouro a nossa visita à capital do estado do ES, vamos de “A cor é Rosa” do célebre filho de Vitória, Silva. Apesar dessa música não falar claramente de Vitória em sua letra, o clipe foi todo gravado no Espírito Santo, com a maioria das cenas na cidade de Vitória – e temos que falar, a fotografia é linda. “A Cor é Rosa” pode ser considerada uma belíssima alusão à bandeira do Espírito Santo, inspirada no nosso céu particular azul e rosa que volta e meia dá as caras com o nascer ou no pôr do sol.

Seguindo viagem chegamos ao Rio de Janeiro. Aqui foi difícil eleger apenas três músicas, mas nada nos impede de criar versões 2, 3 e 4 de músicas inspiradas em lugares brasileiros. Mas por enquanto, vamos nos contentar em receber aquele abraço de Gil, vislumbraremos Ipanema e o cristo do avião com Tom e sambaremos nos terreiros das comunidades cariocas com Zé Keti, porque não poderia faltar samba falando do Rio.

Chegamos em Sampa. Na terra da garoa muitas músicas poderiam entrar nessa seleção, mas nos mantivemos fiéis às características culturais e urbanas da nossa viagem. Logo, vamos nos descobrir em Sampa com Caetano, se apaixonar pela mais populosa metrópole do país, mesmo com todos os seus defeitos, com Tom Zé, e finalmente voltar no tempo e pegar o trem das onze com Adoniran.

Partiu subir o país! Mas antes vamos dar aquela longa parada em Minas Gerais e comer aquele pão de queijo imaginário – coma de verdade se puder – em Belo Horizonte. Em BH, não tem como não afirmar que não há lugar como esse com César Menotti e Fabiano, dar um belíssimo rolé com Das Quebrada pela capital mineira e na pegada da volta no tempo que fizemos em São Paulo, ser saudosista com a velha BH de Pacífico.

Capitais do Nordeste do Brasil

Nordeste

Saindo do sudeste brasileiro e entrando em terras nordestinas, rumo à primeira Parada: Salvador, terra do carnaval, trio elétrico, praias fantásticas, gastronomia inesquecível, gente calorosa, energia boa, enfim, melhor parar antes que eu compre uma passagem e vá direto para Salvador. Na terra soteropolitana, vamos descobrir a raiz de todo o bem com Saulo, curtir o verão e o carnaval com a Banda Mel, e por fim, sentir a energia da Bahia com Elba e Gerônimo saudando Oxum.

Saindo da Bahia e entrando em Sergipe e vamos sentir cheiro das manhãs com Cataluzes. Para quem está na viação youtube, dá pra curtir um pouco mais Aracajú, sambando com Ismar Barreto e passear pelas ruas de Ará com Paulo Lobo.

Em terras Alagoanas, iremos visitar a Maceió de Djavan, aproveitar coisas típicas com Martinho da Vila que, segundo o próprio, só tem por lá e curtir as praias e lagoas paradisíacas com Fulô de Mandacaru. 

E já vamos chegando pulando frevo animado em Recife, voltando a essa terra junto com Alceu para cair no passo e para aproveitar plenamente, sentir saudades com Dalva Torres ao som do frevo nº 1 e porque não o 2 e o 3 também?

Partindo para a Paraíba, onde iremos ver o sol nascer primeiro com Renata Arruda em João Pessoa, no extremo oriental da América do Sul. E comer pescado o ano inteiro, tomar chorinho na praça e ver o bolero de Ravel no pôr do sol com Macumbia.

Subindo um cadinho mais chegamos em Natal, no Rio Grande do Norte. Nas terras de dunas fantásticas, bora relaxar ao desbravar a cidade com Pedrinho Mendes e acordar na rede e virar comedor de camarão com Alan Persa.

Começando a curvar para o norte, chegamos a Fortaleza no Ceará. Aqui a gente admira as velas brancas dos barcos de Mucuripe com Fagner ao saírem para pescar. E chegando a noite, porque não curtir aquele forrozinho na Av. João Pessoa com Lorena Nunes?

Já em Teresina, bora ficar um tanto zonzo de encantamento com essa cidade com Zé e Terê, tomar aquela cajuína cristalina em Teresina com Caetano e logo partir de trem de Teresina rumo a São Luiz do Maranhão ao ritmo do forrozinho bom de Gonzaga.

Última parada em terras nordestinas, chegamos no Maranhão, vindos de trem com Luiz Gonzaga. Já chegando, começamos a curtir um reggae com Alcione, numa conexão de São Luiz com a Jamaica e conhecer a bela ilha ainda ao ritmo de reggae com Carlinhos Veloz.

Capitais do Norte do Brasil

Norte

Agora em terras tocantinenses, adentramos o chão nortenho já avistando um pé de pequi, indo cirandar com Lucimar e saímos em busca de um amor por todo Tocantins com Maurício e Cristiano até chegar a Palmas.

E olha onde chegamos? Chegamos em Belém junto com Fafá, de chapéu molhado e grosso fumo. Já nos habituando a Belém, bora ver a festa do urubu ao rever a garça na beira da Feira do Ver-o-Peso e encerrar nossa visita a cidade das mangueiras ao som do Calypso.

Subindo mais um pouquinho, chegamos em Macapá, descobrindo esse lugar pequeno e bonito onde deságua o Amazonas com Miguel Junior e ensinar uma nova dança com Gil lá na joia da amazônia. Quem está viajando pelo youtube, tem o bônus de cantar para todos que querem saber onde estamos com Nivito Guedes.

Já nas terras mais ao norte do país, chegamos a Roraima, iremos contemplar a natureza da cidade de boa vista junto com Juraildes e João e nos sentirmos um verdadeiro boavistense naquela cruviana forte e fria com Neuber Uchôa. E aos embarcados via youtube, vamos curtir a natureza um pouco mais com Eliakin Suave.

E aí chegamos a Manaus, coração da amazônia brasileira. Logo, bora aproveitar uma manhã de domingo nesta cidade com Lucilene Castro e partir para explorar a eterna Porto de Lenha com Torrinho.

Em terras distantes, chegamos a Rio Branco, no Acre. E após sentir a energia desta capital brasileira na praça Plácido de Castro, nos despedimos ao som de Da Costa cantado na voz de Dina Blade. E para aqueles que viajam pelo expresso youtube, ficamos mais um pouquinho nessa cidade encantadora e matamos a saudades de Rio Branco com Teixerinha voltando a cidade.

E assim começamos a descer do norte, mas antes, parada obrigatória em Porto Velho. Por lá, tomamos banho nos igarapés e no Rio Madeira com o Trio Nordestino e veremos a transformação do velho porto em Porto Velho com Silvio M. Santos.

Capitais do Centro-Oeste do Brasil

Centro-Oeste

Chegamos ao coração do Brasil, centro-oeste brasileiro, terra de mata rasteira que é o cerrado. Aqui iremos desbravar logo de cara Cuiabá com Tetê Espíndola, encantar com as belezas naturais da cidade, ver o tuiuiú esticar o pescoço e descobrir tudo que Cuiabá tem de bom com Henrique, Claudinho e Pescuna. 

Partindo para Brasília, chegamos na rodoviária central desse faroeste caboclo com Legião Urbana, nos apaixonamos por essa tal de Brasília junto de Alceu e caímos no surfe no Lago Paranoá com Natiruts.

Rumamos para Goiás, pegamos uma carona até Campinas e seguimos para Goiânia de carro com Leandro e Leonardo para avisar aos olhos lindos que voltamos. E em Goiânia, nos tornamos goianos de coração com Marcelo Barra.

De Goiânia para Campo Grande, chegamos saudando essa cidade com Jads e Jadson e ainda com os meninos, convidamos todo mundo para vir para Campo Grande, essa cidade morena, para se reunir na Afonso Pena com a gente.

Capitais do Sul do Brasil

Sul

Nos despedimos do Centro-Oeste do Brasil e chegamos em terras sulistas para curtir esperar a chegada do samba em Curitiba com o Trio Quintina. Enquanto isso, João Cascaio reclama com bom humor de onde está, doido de vontade de voltar para Curitiba.

Saímos do Paraná, rumando mais ao sul, em sentido a Florianópolis. E ao som de um samba comandado pelo grupo Entre Elas, a gente passeia pela cidade e suas belezas e fica saudoso com a Lagoa que era só do Luiz e da Conceição.

E finalmente chegamos ao destino final de nossa viagem no estado extremo ao sul do país: Rio Grande do Sul. Nos despedimos do baixo astral e partimos para Porto Alegre com Kleiton e Kledir e uma vez em na nossa última parada, ficaremos sentimentais ao cantar o quanto Porto Alegre é demais com Isabela Fogaça.

Chegamos finalmente ao final da nossa viagem! Visitamos todas as capitais através da música e como já citado lá em cima, você pode e deve fazer essa viagem através das nossas playlists montadas especialmente para quem quer curtir esse tour à brasileira ao bom som da nossa música. As playlists estão disponíveis no Youtube e Spotify. Boa viagem a todos e refaçam essa trajetória sempre que quiserem lembrar de momentos especiais nas capitais fantásticas do nosso Brasil. Abraço!

Links para as playlists:

Youtube
Spotify

SEGMENTOS

SELOS

ETIQUETAS

2024 - Todos os direitos reservados